Ferramenta de produtividade: por que escolher plataformas de Microlearning?

Mulher olhando a tela de um computador

Treinamentos corporativos são fundamentais para alinhar times, engajar colaboradores e alcançar as metas da empresa. Entretanto, com os gastos — de tempo e dinheiro —, normalmente as capacitações são adiadas ou mesmo cortadas dos investimentos para desenvolvimento profissional. Uma ferramenta de produtividade que pode ajudar nesse sentido é o microlearning.

Com treinamentos rápidos e on-line, é possível oferecer uma jornada do conhecimento surpreendente, com um excelente custo-benefício e a possibilidade de monitorar o desempenho dos funcionários. O resultado vai além da atualização e capacitação do público interno, ele está diretamente ligado à produtividade e também à sua gestão. Continue a leitura e entenda como o microlearning é ideal em situações como essa!

Ofereça respostas rápidas e eficientes

Uma plataforma de microlearning é ideal para a gestão de aprendizagem, mas vai além. Com essa ferramenta, é possível criar um banco dinâmico com dicas e instruções para ajudar os colaboradores a resolverem as situações que se apresentam no dia a dia. Com uma pesquisa sobre o assunto, eles conseguem puxar dados surpreendentes de maneira rápida.

Por armazenar as informações na nuvem, isso também significa que não é preciso estar in loco ou ter acesso a um computador com intranet para verificar os direcionamentos da empresa. Na palma da mão, com o uso de smartphones, já é possível interagir na plataforma, conseguindo encontrar as respostas mais adequadas, focadas na resolução da questão.

Dê suporte durante a jornada de trabalho

Imagine que um funcionário se encontre diante de um problema e não saiba como fazer para solucionar a questão. Dependendo do nível de urgência, talvez a conduta dessa pessoa seja buscar a ajuda de uma liderança ou até mesmo parar a produção e esperar até que um caminho para resolver a situação apareça.

O microlearning atua preventivamente nesse sentido, mantendo os colaboradores treinados para os mais diversos cenários que podem acontecer na empresa. Além disso, ele oferece autonomia, promovendo trocas entre funcionários, que têm a possibilidade de fazer publicações com informações relevantes, ajudando os colegas de trabalho, mesmo durante o expediente. Tudo isso de forma prática, sem interferir (e normalmente melhorando) a produtividade do time.

Apresente informações específicas com a inteligência artificial

Um dos pontos altos da transformação digital, a AI — sigla para inteligência artificial — fez uma enorme revolução na dinâmica de processos tecnológicos. No caso dos treinamentos EAD, além de poder armazenar, organizar e acessar todos os dados relevantes, passou a ser possível contar com o apoio da máquina para ter mais qualidade para os resultados de buscas.

Dessa forma, cada colaborador terá uma experiência diferente de acordo com seus hábitos de pesquisa, cargo e outras informações que o gestor considerar relevante na hora de criar a jornada do conhecimento das suas equipes. Em geral, as informações sobre um produto para a equipe de produção, marketing, vendas e atendimento será bem diversa, e o microlearning poderá oferecer informações específicas de acordo com cada setor.

Aumente o engajamento com essa ferramenta de produtividade

A participação de um colaborador nos processos da empresa é certamente uma das principais estratégias para otimizar a produtividade. Você pode direcionar o microlearning para que cada um participe, transformando a plataforma em um grande banco de dados sobre a sua empresa, que cresce de forma dinâmica e interativa.

Uma grande tendência na educação corporativa, esse formato de participação aumenta o engajamento e faz com que as pessoas alinhem o PDI (Plano de Desenvolvimento Individual) com os objetivos e metas do negócio. O resultado é mais um hack para destravar a produtividade dos empregados.

Acelere treinamentos e capacitações dos colaboradores

Treinamentos e capacitações podem ser impactantes, motivacionais e transformadores, mas a grande verdade é que a empresa às vezes aplica uma grande verba e não percebe um retorno proporcional a esse tipo de evento. O microlearning respeita o tempo de cada um, aproveitando ao máximo para melhorar a gestão de desempenho (individual e dos setores).

Com treinamentos de curta duração e personalizados de acordo com o que cada um precisa aprender, é possível fortalecer a cultura da empresa e esclarecer dúvidas em pequenas pausas, sem a necessidade de reunir todos em um só lugar e ao mesmo tempo. Além disso, é possível gerenciar programas de ensino híbridos, que mesclam o treinamento on-line com encontros e dinâmicas presenciais.

Otimize o tempo tanto para a gestão quanto para os funcionários

Como melhorar a produtividade da equipe? Um dos principais pontos da gestão de performance é que o RH ou o líder responsável por acompanhar esse processo precisa ter uma visão completa de tudo que acontece. Entretanto, gastar tempo coletando e tratando informações para entender o cenário pode ser bastante contraproducente.

Uma plataforma de microlearning pode entregar as informações adequadas, apresentando desde uma visão geral sobre a situação da empresa até fatos específicos, como o progresso individual de determinado funcionário. Assim, fica mais fácil ter dados essenciais e de qualidade para trabalhar.

O empregado, por outro lado, poderá criar seu próprio programa de desenvolvimento, além de acompanhar seu progresso, tendo dicas e insights do que fazer para oferecer resultados melhores. Tudo isso em poucos cliques, sem a necessidade de ter conhecimentos sobre processos analíticos, por exemplo.

Ofereça materiais rápidos de reproduzir

Imagens, textos curtos, vídeos, áudios e pdfs: esses exemplos mostram como uma plataforma de microlearning é bastante diversificada e pode ajudar com experiências diversas para que cada tipo de personalidade tenha maior facilidade de aprender.

Ao longo do processo de aprendizagem, as pessoas usam várias formas para conquistar novas competências, sendo que um dos formatos tende a prevalecer. Se uma pessoa terá mais facilidade em absorver conteúdo pelo modelo visual, outra ativará sua memória com estímulos sonoros. Ainda existem aqueles que só conseguem aprender fazendo, e os exercícios completam o processo de aprendizagem dessa forma.

Viu como plataformas de microlearning são excelentes ferramentas de produtividade? O importante ao implementar esse modelo na gestão do conhecimento é aproveitar seu maior potencial: usar as janelas de tempo, independentemente do seu tamanho, para motivar, instruir e fortalecer a cultura da empresa.

Se você gostou deste texto, nos ajude a mostrar o potencial da plataforma de microlearning para mais pessoas: compartilhe este conteúdo nas suas redes sociais!

Compartilhe
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp